Gold Plating em Projetos

Gold Plating é um termo utilizado em Gerenciamento de Projetos para trabalho “extra”. Isso acontece quando o gerente ou equipe do projeto adiciona ao escopo novos serviços ou entregas que não foram solicitadas pelo cliente visando ajudar ou impressionar o cliente. O intuito de agradar o cliente pode ser bom, porém pode ser um erro gravíssimo cometer esse tipo de ação, pois além de fazer com que o projeto tenha um esforço adicional e um possível custo superior ao planejado, a qualidade pode ser comprometida.

O PMI (Project Management Institute) através do Guia PMBOK® enfatiza que devemos evitar essa prática (na área de conhecimento Escopo: “inclui os processos necessários para assegurar que o projeto inclui todo o trabalho necessário, e apenas o necessário, para terminar o projeto com sucesso”). O controle e entendimento dessa disciplina é fundamental para que o trabalho supérfluo seja evitado.

Há diversas consequências do uso dessa prática, tais como desperdício de tempo pela perda de foco dos executores, risco de tornar-se um ponto adicional de falhas no projeto, insatisfação do cliente, aumento de custos e atrasos significativos no projeto.

Dicas para se evitar o Gold plating pela equipe do projeto:

1. Evite projetos com escopo genérico e passível de má interpretação;
2. Mostre à sua equipe o conceito do gold plating e suas possíveis consequências;
3. Exponha o caminho correto para realizar as mudanças;
4. Assegure-se de que as equipes saibam qual o objetivo do projeto e que haja consenso sobre o produto final;